Fotografia de Verão: Carnaval

Não dá. Por mais que a gente seja do time pipoca e Netflix acaba acontecendo o carnaval nas nossas vidas. A gente só queria ver um filme e ficar jogado no sofá quietinho e confortável mas os amigos insistiram e você vai lá e se anima mais do que deveria. Improvisou uma fantasia e foi. Foi divertido, foi tudo lindo e sobraram as fotos e o pior que pode acontecer na sua vida é quando os cliques não fizeram jus ao quão divertido foi o dia. Então é melhor garantir algumas inspirações logo porque vai que você decide se aventurar.

fotografiacarnaval

Confetes e Serpentinas

O mais clássico entre as fotos do carnaval. Assopra, joga pra cima, deixa sujar. Os confetes metalizados ficam responsáveis por aquele reflexo criando quase um bokeh e os mais opacos deixam as fotos bem mais coloridas e divertidas.

Para fotografar: Aproveita o dia claro e aumenta a velocidade do obturador para garantir que o clique vai capturar os floquinhos com mais precisão.

No celular: Se você só levou o celular um aplicativo para habilitar o modo manual (ProCam, por exemplo) deve garantir uma foto um pouco mais estável. Se não tiver confete em mãos o aplicativo Picfx garante um bokeh que deixa a sua foto com mais cara de confeitada.

Continue lendo →

Óculos branco: Clássico e estiloso dos anos 60

Os Óculos branco não são aquela peça coringa que vai bem com tudo. Apesar de não ser uma peça básica, eles são responsáveis por looks muito estilosos principalmente por ser uma peça impactante. E tudo isso tem a ver com a sua origem. Lá nos anos 1960 a moda futurista começou a dominar o gosto das fashionistas e o principal motivo era a promessa da chegada do homem á lua. Foi o princípio e o auge de muita peça de plástico, acrílico e vinil tornando grande parte dos looks uma divertida releitura de uma roupa de astronautas.

Óculos branco

Foto: Reprodução – Audrey Hepburn usando chapéu Givenchy e óculos branco Oliver Goldsmith; Óculos branco assimétrico de Pierre Cardin

Os Óculos Branco de Audrey Hepburn

Na mesma década, a grande estrela e musa dos cinemas era Audrey Hepburn e, podemos dizer, que tudo que ela vestia se tornava desejo. Desde o vestidinho preto mais clássico de todos os tempos da Givenchy até os óculos brancos futuristas de Oliver Goldsmith. O modelo Koko  foi a aposta do designer em 1966 e se tornou o queridinho em questão, criando esse visual chic e imponente de Audrey. O modelo era bem oval com a armação ampla feita de acetato que é uma opção mais leve e confortável do que os óculos de metal.

Os Designers dos Óculos Futuristas

Não podemos dizer que Oliver inventou os óculos de sol mas ele certamente foi responsável pela febre que o acessório se tornou no início dos anos 50. Era ele o estilista e designer responsável pelos modelos das grandes estrelas: Grace Kelly, Jackie O, Michael Caine, Sophia Loren e claro, Audrey Hepburn. Por outro lado tínhamos Pierre Cardin seguindo uma linha mais conceitual. Os modelos tinham assimetria e alguns, de tão extravagantes, chegavam a se parecer mais com máscaras mas, ainda assim, o branco era uma escolha certa para o estilista.

Como usar óculos branco

Primeiramente é preciso ter muita atitude para investir no modelo. Um óculos com armação ampla e com contraste da cor branca com a lente escura é algo que chama muita atenção no visual. Mas, em compensação, você pode usar o impacto do modelo de pretexto para apostar no cabelo preso, o que em dias de verão é uma ótima pedida e nem precisa se preocupar tanto com o restante do look, uma vez que o óculos já chega roubando a cena. Ou seja, para quem curte esse tipo de acessório é uma ótima sugestão para aqueles dias em que você não quer pensar muito mas gostaria de um elemento para dar um charme a mais para o look.

01. @fashioncoolture 02. @vanillaattack 03. @ma.pantaleao 04. @ocean0fnight 05. @majutrindade 06. @marthapinel

Ou seja, para quem curte esse tipo de acessório é uma ótima sugestão para aqueles dias em que você não quer pensar muito mas gostaria de um elemento a mais no look.

Gostou da dica? Deixa o seu like na nossa página para acompanhar mais novidades!

Fotografia com iPhone: Camila Cabello na Capa da Billboard

Muitos fotógrafos já diziam que a fotografia se faz com luz e que, independente da câmera, é possível fazer fotos maravilhosas com conhecimento e iluminação e um olhar fotográfico apurado. Mas muitos cismavam em acreditar que uma boa câmera e uma boa modelo é que eram responsáveis por aquele resultado magnífico de capa de revista. A tecnologia está cada vez mais avançada e até mesmo a câmera do celular pode ser responsável por fotos dignas de capa de revista. Duvida? Pois a Camila Cabello na capa da Billboard foi resultado de uma Fotografia com iPhone 7!

Fotografia com iPhone

Foto: Billboard

O iPhone 7 veio com uma nova função: O Modo Retrato tem como objetivo desfocar o fundo, criando um efeito semelhante a uma lente profissional com alta abertura do diafragma, o responsável por aquele fundo embaçado que a gente tanto ama.

A ideia de usar o recurso do celular partiu da revista. O fotógrafo Miller Mobley, apesar de já ter fotografado inúmeras estralas de Hollywood como Taylor Swift, Jennifer Lawrence, Tom Hanks e Ryan Gosling, nunca havia feito Fotografia com iPhone profissionalmente. Ele declarou para a Mashable que não tem resistência a novas tecnologias e topou na hora!

Inegável que a câmera do aparelho consegue resultados maravilhosos mas viemos desvendar os mistérios por trás das cenas das fotos da Camilla Cabello para a capa da Billboard:

Use um rebatedor

Fotografia com iPhone

Foto: Billboard

Se a câmera não é responsável pelo resultado da foto, podemos dizer que grande parte do trabalho se dá na iluminação correta da imagem. A luz do dia é o melhor tipo de iluminação que você pode usar e com uma grande vantagem sobre qualquer outra: ela é de graça. Mas a desvantagem de usar luz natural é que você definitivamente não tem como manipular e escolher onde fazer os seus pontos de luz e de sombra. Por isso o uso de um rebatedor é fundamental. Principalmente quando o seu motivo se encontra contra a luz, como estava Camilla Cabello.

Explore ângulos

Fotografia com iPhone

Foto: Billboard

Explorar ângulos que valorizem a sua modelo é um algo quase tão trabalhoso quanto configurar uma DSLR. Fazer fotos que pareçam capa de revista é quase como pintar um quadro e é importante explorar a composição da imagem como um todo. Vá além da modelo posando reta em frente ao celular e explore ângulos diferentes.

Se arrisque

Fotografia com iPhone

Foto: Billboard

Com o domínio da foto você tem o poder de segmentar o olhar das pessoas e mostrar apenas aquilo que interessa para a sua imagem. Saber explorar as possibilidades vai da sua criatividade e quanto mais inusitado mais provável da sua foto conseguir esse toque profissional e diferenciado.

Esteja pronto para improvisar

Fotografia com iPhone

Foto: Billboard

A escolha da locação muito tem a ver com a proposta da sua foto mas, as vezes, ela ainda não é suficiente para conseguir o resultado que você almeja. Nessas horas vale soltar a criatividade e pensar em como seria possível improvisar. Trocar ideias com a equipe que está com você é uma maneira de encontrar alternativas e respostas para uma foto maravilhosa.

Capriche na Edição

A foto feita com o celular pode parecer mais crua. Um bom trabalho com as cores na foto vai trazer todo o capricho necessário para a sua foto parecer profissional. O mais importante é tentar trabalhar com naturalidade na imagem para que as alterações e ajustes de cores façam sentido dentro daquilo que foi proposto.

Veja o resultado final da Fotografia com iPhone:

Gostou da dica? Deixa o seu like na nossa página para acompanhar mais novidades!

 

Qual modelo escolher para as suas fotos?

Escolher uma modelo que melhor represente a sua marca nem sempre é uma seleção fácil. Existem diversos fatores para se levar em conta e, considerar todos e eles e tentar eleger aqueles que mais se encaixam nos seus objetivos é um passo a mais para o sucesso da sua campanha.

Combinando o estilo

É muito legal quando a modelo e a marca têm mais do que um trabalho em comum. Procurar nas redes sociais se as suas roupas têm a ver com o estilo de roupas que a modelo gosta de usar é um passo a mais para tudo sair perfeito na sua campanha. Por mais que as meninas sejam profissionais e busquem se adaptar aos mais diversos trabalhos, quando elas gostam daquilo que vestem as fotos acontecem de maneira mais natural e espontânea.

Outra vantagem é que, quando ela gosta das suas roupas, pode postar nas redes sociais e o público dela conhecer a sua marca. Assim como você também pode ajudar a divulgar o trabalho da modelo para outras marcas e colegas e todo mundo se impulsionar para crescer junto.

Lifestyle da campanha

Se você está pensando em uma campanha mais divertida, veja se a modelo está habituada com esse tipo de fotos porque ela pode ter muito a acrescentar na hora do ensaio. Se você pensa em algo mais sensual e ousado é legal que a modelo também esteja se sentindo a vontade para fazer esse tipo de foto. Elas são sempre muito carismáticas e atenciosas e é legal conversar antes com a menina e passar o seu planejamento para que ela possa ensaiar e não seja pega desprevenida.

Coloração pessoal e contrastes

Essa é uma dica de styling e coloração pessoal que vai fazer toda a diferença na hora de fotografar. A fotografia não funciona muito diferente de um quadro e, quando estamos falando de fotos comerciais, analisar todos esses aspectos se torna uma maneira de criar uma imagem mais harmônica, agradável e consequentemente que gere mais desejo. As relações de contraste se dão tanto dentro da própria estampa quando em relação a cor da pele da modelo e a cor da roupa.

Modelo alto contraste

Se a sua coleção tiver combinação de cores e estampas muito contrastantes é legal você escolher uma modelo que tenha bastante contraste em sua coloração pessoal. E o que isso significa? Uma modelo que tenha uma grande diferença de cor entre o tom de pele e o cabelo e cor dos olhos. Dessa maneira todo o conjunto entra em harmonia e as características da menina pode valorizar e muito o seu produto.

Modelo baixo contraste

Se as suas roupas e estampas não tiverem tanto contraste, uma modelo com pouco contraste na coloração pessoal vai destacar as suas peças.

Modelo negra

As modelos negras são uma excessão para a regra. A pele negra cria um contraste natural com a cor dos olhos e o sorriso e, ao mesmo tempo, tem uma relação mais suave com a cor dos cabelos. No conjunto da obra vai valer aquele que falar mais alto. No caso da Jourdan Dunn, ela é uma modelo médio contraste pois o tom do cabelo é mais próximo do tom da pele enquanto da Naomi Campbell puxa um pouco mais para o alto contraste. Na foto, a roupa da Jourdan faz o contraste com o fundo, enquanto a da Naomi ganha destaque pelo tom da pele.

A escolha da locação e cor de fundo

cor-do-fundo-para-a-foto

Foto: Melissa – Independente da modelo, o produto se destaca devido a cor do fundo

Todas essas dicas podem ser reconsideradas se você escolher fazer a harmonização das cores com a cor de fundo da foto. E o mesmo funciona se você tem apenas uma modelo e roupas de baixo e alto contraste. Uma modelo baixo contraste, em uma roupa contrastante pode funcionar muito bem se a cor do fundo fornecer a harmonização necessária. E o mesmo em caso contrário. No caso da Melissa podemos notar que a relação de contraste se dá pela cor do fundo e não necessariamente da modelo, o que também é uma opção.

Na hora de produzir as fotos você deve pensar como se estivesse pintando um quadro onde cada elemento presente faz a diferença no resultado final e tudo pode colaborar para deixar o seu produto ainda mais desejável.

Gostou da dica? Deixa o seu like na nossa página para acompanhar mais novidades!

10 Dicas Infalíveis na hora de Posar para Foto

Dizem que vida de modelo é fácil mas, saber aquele ângulo que te valoriza na hora de posar para foto é quase uma coreografia de balé. Seja para a foto do Instagram ou para quem trabalha modelando profissionalmente, hoje, mais do que nunca a gente adora sair bem na foto. Por isso separamos dicas infalíveis para vocês treinarem no espelho e não perder um clique para sair bem na foto! Confira!

Não bloqueie a luz

posar-para-foto-com-luz

Foto: Reprodução

Muitas vezes a iluminação da foto não vem do flash embutido na câmera. Suas mãos e braços não devem bloquear a luz do softbox ou do flash. Tome cuidado para que o melhor ângulo do seu rosto esteja sempre bem iluminado. O fotógrafo pode te ajudar dirigindo nesse sentido, mas ninguém melhor do que você mesma para saber como valorizar os seus traços na hora da foto

Imagine sempre estar sorrindo

Por mais que na foto você esteja séria, se você imaginar estar sorrindo, a leveza vai ser transmitida para os seus olhos e eles estarão mais expressivos na hora do registro.

Mantenha os joelhos e cotovelos de lado

Essas partes do corpo não ficam tão bem na foto quando aparecem muito dobradas e vistas de frente. Você vai ganhar muito mais movimento e charme se deixar as suas pernas e braços virados de lado na hora de posar para foto.

Conecte-se com a câmera

Entender o timing na fotografia é essencial. Para não correr o risco de mudar de pose antes da hora ouça o som de focagem da câmera e então o clique. Só então você estará livre para arriscar outra pose.

Mantenha a câmera no seu campo de visão periférica

Quando o fotógrafo pedir para você não olhar para a câmera significa que você não deve olhar diretamente para a lente mas, ainda assim, o seu olhar vai ficar mais bonito se você mantiver a câmera na sua vista periférica. Isso significa que os seus olhos não vão estar tão destorcidos para a foto.

Use as suas mãos para valorizar

Se estiver fotografando acessórios, use as suas mãos para chamar atenção para os objetos. Se for uma jaqueta, mexa na jaqueta, em maquiagem, leve as mãos ao rosto. Lembre-se que as suas mãos são uma ferramenta para chamar atenção para o produto na hora de posar para foto.

Evite poses excessivas

Na foto, as poses devem ser suaves pois as que são muito excessivas podem fazer o seu corpo parecer estranho. Incline o pescoço com delicadeza, deixe-o aparecer na foto e tenha certeza de que a sua postura é a mais retilínea e natural possível. Manter as mãos leves e os dedos suavemente separados vai dar mais graça a sua expressão.

Mantenha os seus lábios e braços levemente separados

posar-para-foto-labios-braco

Foto: Vogue Brasil; Reprodução

A foto é uma versão bidimensional de um mundo tridimensional ou seja, tudo nela parece mais “chapado” do que é na realidade. Manter os braços levemente separados do corpo vai ajudar a delinear melhor a sua silhueta, criando pontos de luz e sombra fazendo com que os limites sejam entendidos mais facilmente nas fotos. Manter os seus lábios levemente separados também ajuda no entendimento da expressão, que fica mais natural.

Tenha referências

Quando souber do tema do ensaio, pesquise referências de poses para fazer na ocasião e treine algumas delas no espelho. Isso vai ajudar você a se sentir mais segura e confiante na hora de modelar e já chegar entendendo qual o seu melhor ângulo.

Gostou da dica? Deixa o seu like na nossa página para acompanhar mais novidades!