Sutiã, e quando a gente não usa?

nipples

Foto: Reprodução

Entre todas as experiências da vida, acho que devemos concordar que morar sozinha é o maior divisor de águas. Se você leu o título e não entendeu essa introdução talvez seja porque você não mora sozinha mas aí é só continuar lendo que tenho certeza que você não vai ter problema nenhum para entender o que eu estou falando. Pode ser a dificuldade de fazer comida, a chatice que é ter que limpar tudo o que você suja e aquilo que aparece sujo e você não sabe como. Você faz ideia de quantas vezes por mês é preciso limpar um ventilador de teto? Bem, é muito mais do que eu imaginava. E, se tudo isso vira item na sua lista de tarefas que antes se resumia em estudar, comer e assistir séries, pensa só o que rola na sua relação com as suas roupas? Muda muito. Muda tudo.

Passar é verbo que não se aplica a elas. Roupas amassadas ganham um charme que eu acho único e faço questão de me sentir meio grunge com cada amassado que ela contém, quase uma questão espiritual. E as lingeries, bem, é aí que chegamos ao título. Começou pelo simples fato de eu esquecer de lavar meus sutiãs. Queria colocar na máquina mas tinha medo de estragar então esperava acumular para colocar no modo de roupas delicadas e, até eu lembrar de fazer isso, lá se foram meses e todos eles não saiam do cesto de roupas sujas por nada nesse mundo. E, com isso, meus seios pela primeira vez em anos, enfrentaram uma batalha constante sem eles. E, é agora que eu te explico o que acontece quando você não usa sutiã.

Respirar vira um movimento voluntário delicioso

Esse é o primeiro estágio. Sabe aquela sensação, quando você respira aliviada ao soltar o sutiã quando chegar em casa? Você sente o dia inteiro. Dica: Respire fundo e sinta o ar preencher os seus pulmões sem um elástico marcando como gado as suas costelas. É libertador!

Você entende o significado da palavra impacto nos pequenos movimentos

Bem, depois de um tempo outras tarefas do dia a dia, além de respirar, vão ganhando outro significado quando você não está de sutiã. Se, ao subir na cama para mexer no armário você resolver descer em um pulo, pode ser uma sensação um tanto diferente. Afinal, seus seios não são acostumados com tamanho impacto. Se estiver na TPM, sim, esse movimento pode ser algo tão doloroso quando um tapa estalado na pele queimada de sol.

O forro da sua blusa ganha outra interpretação

Se a textura das suas roupas era algo meramente estético, agora ela ganha um significado muito mais sensitivo porque os seus mamilos vão saber muito bem como ela funciona por dentro. E sentir a diferença entre uma blusa de algodão, o toque do moletom e a frieza de um tecido de seda é algo único quando vem de repente pelo vento que bateu na sua camiseta. Uma surpresa agradável que rola vez ou outra no dia e você se pega rindo sozinha.

Suas roupas não aparentam mais da mesma forma

Com o formato dos seios diferente, afinal não vai ter mais sutiã para moldar, o caimento das suas roupas também muda. E a parte chata da história é que quase sempre não fica tão bom quanto a gente gostaria. Mas nada que possa tirar o mérito do outros tópicos.

Você aprende que seus braços são capazes de posições inimagináveis

Quando bater aquela brisa mais fresca, a sua pele arrepiar e seus mamilos saltarem vai ser instantâneo querer esconder. E é aí que você se curva para não deixar a blusa marcar, coloca a mão no rosto para o braço disfarçar, vai se contorcendo e se revirado até perder a paciência e deixar eles alí, do jeito que estão. E, se as pessoas olharem e quiserem comentar, você pode até ficar constrangida, mas, por experiência própria, isso passa. E as pessoas reparam menos do que você imagina.

O abraço do seu sutiã fica muito mais caloroso

Dizem que a vibe de você passar semanas na selva é poder voltar pra casa e dar muito mais valor ao que tem nela. Do chuveiro com água quente a textura confortável do seu travesseiro. Tudo ganha outro significado quando você percebe o quanto aquilo faz falta. E não é diferente com o sutiã. Aquela sensação de abraço da sua lingerie vem com muito mais amor quando vocês dois ficam com saudades um do outro.

nipples-2

Foto: Reprodução

comentário(s) via facebookComentário via blog

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *