Por que podemos aprender muito sobre nós mesmas apenas usando menos corretivo?

Esse mundo da beleza é realmente um contradição, já pararam para pensar? A gente vê e gosta muito daquela maquiagem leve, com pele iluminada, blush suave e batom cor de boca. Dá vontade de tatuar no rosto aquele look básico de quem acabou de acordar e foi, flawless. Poderia ser a mais simples, poderia ser a mais prática das maquiagens mas acaba que, para atingir esse resultado, joga mais produto, aprende mais técnica, empurra mais cosmético na galera. A informação é realmente uma arma poderosíssima e, quanto mais a gente sabe, mais a gente quer saber. E, se a gente pode, a gente também quer fazer. Meu Deus, será que sou a única que enfrento esse vício?

Mas aí que nessa avalanche de cosméticos e procedimentos tem um item que pode fazer toda a diferença pela sua ausência. Dá pra aprender um monte sobre nós mesmos só de não usar o tal do corretivo. Calma, não precisa fazer uma fogueira e jogar fora todas versões do bendito em formato líquido, cremoso, bastão e paleta. Mas já percebeu o quanto o seu rosto ganha vida sem ele? Tem aquela espinha que insistiu em nascer na pontinha do queixo, tão teimosa e saliente. Aquela olheira que é quase um troféu porque você conseguiu dançar a noite toda com os amigos, em plena quarta-feira, para comemorar o seu aniversário e, sim, você acordou as 7:15 da manhã, e saiu de casa sem tomar café para chegar sem atraso no trabalho. Só a sua olheira é uma prova viva disso! Além das fotos no Instagram que ficam no âmbito virtual ela é tipo uma tatuagem temporária conquistada com muito mérito.

E aí você consegue se divertir com a maquiagem. Deixar seus olhos maiores hoje e mais puxados amanhã. Fazer um iluminado na maçã do rosto digno de tapete vermelho e no dia seguinte apostar na pele mate com um super batom roxo. Existe uma infinidade de possibilidades e, em todas elas você pode continuar com o seus troféus. E aí, aquele dia que você conquistou a sua tão sonhada 9 horas de sono, tirou toda a maquiagem para dormir, hidratou o seu rosto e se livrou daquela espinha que estava te atormentando, vai dar ainda mais orgulho não precisar do tal do corretivo.

“I don’t understand concealer. Dark circles under the eyes can be one of the most moving things on a human face” Clémence Poésy

comentário(s) via facebookComentário via blog

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *