Ryan Adams ensina como respeitar aquilo que a gente ama ao vivo no Jimmy Kimmel

Em tempos onde até as grandes empresas se apropriam indevidamente do trabalho do outro quando ele está disponível na internet a gente sempre se pergunta quais são os limites da inspiração e da apropriação indevida.

Mas Ryan Adams mostrou que a fórmula é bem simples. Ele regravou todo o album 1989 da Taylor Swift e disponibilizou no Youtube. Assim como encontramos diversos vídeos de covers por lá também tem a versão do Ryan de cada uma das músicas da Taylor, com direito a uma capa que poderia facilmente ser uma obra de arte e os créditos no seu devido lugar. Tudo tão caprichado e feito com carinho que ele se apresentou no Jimmy Kimmel Live performando Welcome to New York. Mas poderia ser qualquer uma das outras músicas que também seria lindo.

Ou seja, não é porque alguém já compôs esse álbum que não te dá o direito de se identificar e querer gravar também. Não é porque alguém já fez alguma coisa que isso te impede de fazer também. Desde que seja verdadeiro, desde que isso converse com a sua alma e que seja feito de coração. Isso não te transforma em alguém menos especial, tira seus méritos ou te torna digno de críticas. Todo mundo tem referências e não é certo limitar até onde elas devem ou não ser usadas. Basta bom senso, ter consciência daquilo que você está fazendo e uma dose tripla de respeito.

comentário(s) via facebookComentário via blog

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *